quinta-feira, 30 de julho de 2020

Resenha - The Beauty of Darkness



Título:  The Beauty of Darkness - Crônicas de Amor e Ódio #3
Autor: Mary E. Pearson
Editora: Darkside
Classificação: 
Páginas: 576
Sinopse: Lia sobreviveu a Venda, mas não foi a única. Um grande mal pretende destruir o reino de Morrighan, e somente ela pode impedi-lo. Com a guerra no horizonte, Lia não tem escolha a não ser assumir seu papel de Primeira Filha, como uma verdadeira guerreira — e líder.
Enquanto luta para chegar a Morrighan a tempo de salvar seu povo, ela precisa cuidar do seu coração e seus sentimentos conflituosos em relação a Rafe e as suspeitas contra Kaden, que a tem perseguido. Nesta conclusão de tirar o fôlego, os traidores devem ser aniquilados, sacrifícios precisam ser feitos e conflitos que pareciam insolúveis terão que ser superados enquanto o futuro de todos os reinos está por um fio e nas mãos dessa determinada e inigualável mulher.
Contem spoilers do primeiro livro.

The Beauty of Darkness é o terceiro e último livro da trilogia Crônicas de Amor e Ódio e nesse livro podemos ver o quanto a força de uma mulher pode não só mudar seu destino como o destino de todas as pessoas de uma nação.

Lia não é mais a garota que deixou seu reino para trás para fugir de um casamento planejado e viver uma vida em um vilarejo, depois que foi capturada e levada a Venda e foi prisioneira do Komizar o líder do reino, Lia se tornou uma mulher mais forte, mais corajosa e determinada, que irá fazer de tudo para defender Morrighan, Venda e até mesmo Dallbreck.
Após uma complicada fuga de Venda, Lia, Rafe e seus soldados começam o caminho de volta para Dallbreck e juntos precisam planejar o que fazer para contar a verdade de uma guerra iminente a todos e acima de tudo Lia precisar voltar e conquistar seu lugar.
Desprezada, julgada e considerada inimiga mortal de Morringhan, Lia terá que voltar a seu pais e mostrar a todos os verdadeiros traidores e o que estão escondendo do povo. Mas nada vai ser fácil, pois Lia começa a se questionar se o Komizar realmente morreu e quem será seu inimigo em venda e o que fazer para por um fiz em uma lenda e trazer paz para as pessoas que precisam.
Lia terá que lutar e se esforçar para mostrar sua voz para todos e acima de tudo que uma mulher pode sim comandar uma guerra e até mesmo vence-la se quiser.

“Não existia qualquer regra para o pesar e o luto, mas havia regras para a vida, e, nesses primeiros dias, os requisitos dos vivos demandavam que eu continuasse seguindo em frente.”

 The Beauty of Darkness fecha a trilogia de as Crônicas de Amor e Ódio entregando uma boa resolução, a história consegue te dar as respostas necessárias para que o destino dos personagens se enquadrem bem, mas infelizmente ela pecou em excesso de cenas desnecessárias trazendo um final rápido e considero até dizer sem graça.

Não é que o livro foi ruim, a ambientação, os personagens e as cenas são bem trabalhadas, mas a autora ficou tanto tempo dando detalhes em alguns pontos que não eram importantes que no fim, a resolução do ''vilão'' com a heroína foi muito rápida e não teve o mesmo impacto que os livros anteriores.

A série em si foi muito boa, mas se fosse analisar diria que ela foi aos pouquinhos decaindo do primeiro livro até aqui.

Falando dos personagens, confesso que nesse livro algumas atitudes de Lia me irritaram. Quem leu sabe que Lia é dona do seu próprio destino e é determinada e até mesmo teimosa quando se trata da sua liberdade. Com uma personalidade forte, Lia é uma boa líder, mas irrita algumas atitudes dela ao longo de sua jornada, pensando muitas vezes em si e sem analisar as consequências de seus atos. Mas no geral é uma personagem marcante, tem voz ativa e atitude o que todo leitor gosta em uma heroína.

Rafe está mais ''fechado'' nesse livro devido as responsabilidades que ele adquiriu depois de descobrir o que houve com seu reino, Rafe tem um peso grande a ser carregado e mesmo assim eu vi que ele se importava tanto com Lia, que ele mesmo teve que passar por cima de muitas coisas para ajudá-la e apesar dessa devoção dele e do afeto dos dois, não senti o mesmo de Lia por ele.

Kaden evoluiu muito nesse livro, conseguimos conhecer um pouquinho mais dele e sua lealdade aos amigos. Kaden apesar de ter um passado dificil, e apesar de ter se fechado e se tornado um assassino, ele ainda sim é uma boa pessoa por dentro.

Pauline também ganha mais destaque nesse livro, conseguimos conhecer melhor a amiga de Lia e como ela lidou com os problemas e decepções ao longo da história. Gostei muito da interação dela com Kaden e como a autora aprofundou melhor a relação dos personagens que estava estremecida.

Falando na ambientação, conseguimos ter uma boa noção do mundo de Cívica, tanto Morrighan, quanto Venda que foi muito explorada no segundo livro e um pouquinho de Dalbreack, que no meu ponto de vista poderia ter tido um pouco mais de destaque.

A resolução como comentei ali em cima, deixou um pouco a desejar na minha opinião, pois para quem leu o segundo livro viu a reviravolta de acontecimentos no final e como tudo foi eletrizante. Agora esse livro era para ter uma finalização ainda melhor que o segundo, mas no fim eu achei bem fraquinho. Confesso que o final da história me agradou mais ou menos e eu teria mudado algumas coisas, mas enfim... deu para se satisfazer.

A diagramação da editora está muito bem feita, tanto a capa, quanto o trabalho por dentro e a fonte que é boa para leitura. Não encontrei erros enquanto li.

Para finalizar, posso dizer que  The Beauty of Darkness  conseguiu cumprir com o que prometeu apesar de algumas ressalvas. A trilogia em si é muito boa, mas ainda considero o primeiro o meu favorito. Para amantes de fantasia com aquela pitada medieval, vão curtir a história.


13 comentários

  1. Bom dia tudo bem? Sou carioca e procuro novos seguidores para o meu blog. E seguirei o seu com prazer. Novos amigos também são bem vindos, não importa a distância.

    https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Olá, Jéssica.
    É uma pena esse final corrido. Mas são poucos os autores que conseguem manter o mesmo ritmo quando o primeiro livro é espetacular. Mas ainda assim é uma trilogia que quero ler e já vou com menos expectativas para o final hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Jessica como vai? Suas impressões sobre o livro foram parecidíssimas com as que tive, quando o li. Para mim essa série é boa, bem escrita, bem elaborada em quase tudo, no entanto o livro possui falhas que o deixam longe de ser uma série perfeita. Este livro 3 é de longe o mais fraco da série, embora os dois primeiros possua falhas também, ainda assim é superior ao livro 3. Ótima resenha. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Mesmo com o final um pouco sem graça, quero muito ler essa trilogia. Adoro fantasia e se for medieval, mais ainda!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jess!

    Que pena a resolução ser sem graça! Ainda mais quando a história tinha tanto potencial. Eu li o primeiro e até gostei, mas não me despertou aquela vontade enorme de prosseguir com os demais volumes. Mas gostei de saber que os personagens evoluíram!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oiii Jess

    Estou com o segundo aqui para ler e espero ja emendar com esse terceiro para finalizar essa trilogia. Pena que justamente o grande desfecho acabou sendo sem sal e apressado, ruim terminar sentindo que poderia ter sido melhor. Ai ai, espero gostar.

    Beijos, Ivy

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Uma pena quando a série vai decaindo diante da leitura dos próximos livros depois do primeiro né?! Ainda pior é quando o final é abrupto e não emociona o leitor. Mas, apesar das ressalvas, eu leria essa trilogia, pois esse ano eu sai da minha zona de conforto de suspenses e descobri que amo fantasia também *-*
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
  8. Oii, como vai?
    Vejo muitas resenhas mistas com relação a esse livro. Por mais que eu ache a capa linda, sabe quando não bate aquele 'feeling' e o livro não te atrai? Não sei porque mas é exatamente o que acontece aqui com esse. Não sei se leria mas valeu a dica.

    Abraço ♥,
    Larissa - Blog: Parágrafo Cult

    ResponderExcluir
  9. Oi Jeh, tudo bem?

    Confesso que essa é um dos motivos para cada vez mais, eu estar dando preferência por finalizar as séries que já comecei e focar minhas leituras em livros únicos ou que as histórias não estão interligadas.

    É muito decepcionante quando uma série que gostamos acaba tendo um final não condizente com que a obra prometia, mas infelizmente acontece.

    Beijos e um ótimo final de semana;*
    Ariane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  10. Para mim, esse foi o melhor da trilogia e até consegui ler ele em um ritmo melhor. Mas não me surpreendeu e o final também não me cativou.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Concordo que a diagramação do livro e da série está muito boa, gosto demais disso e amei saber sua opinião, apesar de achar que foi decaindo alguns dos livros eu ainda tenho muita curiosidade de ler e saber que você gostou me deixou um pouquinho mais empolgada.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Jess,
    Você realmente gostou da série!!! Até o livro 3 valeu a pena!
    Fiquei feliz por você, uma pena que comigo não funcionou tão bem...
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Jess

    Eu tinha muita vontade de ler essa trilogia e até tenho o primeiro livro aqui, mas depois que peguei ranço da editora me recuso a comprar qualquer coisa deles e provavelmente vou me desfazer do livro em algum momento.
    Pela que houve esse excesso de cenas desnecessárias. Como diz o Fogaça: menos é mais. Hahahah

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Jéssica Andrade

imagem-logo