quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Resenha - All Your Perfects



Título: All Your Perfects
Autor: Colleen Hoover
Editora:  Atria BooksGalera Record (Brasil)
Classificação: 
Páginas: 320
Sinopse: O amor perfeito de Quinn e Graham é ameaçado pelo seu casamento imperfeito. As memórias, os erros, e os segredos que eles construíram ao longo dos anos agora estão despedaçando os dois. A única coisa que pode salvá-los pode ser também a coisa que empurra o casamento deles para um ponto além do limite.
All Your Perfects é um livro profundo sobre um casal destruído que tem o futuro dependendo em promessas feitas no passado. Essa é uma leitura comovente que pergunta: Pode um amor retumbante com um início perfeito sobreviver a vida entre duas pessoas imperfeitas?


Resenha: All Your Perfects é um dos livros que estavam no topo da minha lista para ser lido esse ano e quando foi lançado fiquei doida para ler. 
Agora tive a oportunidade de encontrá-lo em e-book e voltar na escrita da linda da CoHo. Vem ver o que achei dessa história tocante e marcante.
Quinn e Graham se conheceram em um dos piores momentos de suas vidas, quando ambos se encontram e descobrem que o noivo de Quinn e a namorada de Graham estão tendo um caso escondidos dos dois. O choque inicial e a tristeza que vem depois faz com que ambos se conectem e logo após um tempo percebam que a aquele momento fez com que ambos se conhecessem e se aproximassem e percebessem que foram feitos um para o outro.
Intercalando o presente com o passado, vamos conhecendo o inicio da história de Quinn e Graham e tambem atualmente com 7 anos de casados, mas o que era perfeito antes não é nada parecido com o agora.
 " Se você só incidir luz nas suas falhas, todos os seus pontos perfeitos irão escurecer."

Depois de 7 anos de casamento Quinn sabe que o relacionamento dos dois está por um fio, já faz anos que Quinn está tentando ter um filho com Graham, ambos já tentaram de tudo, desde inseminação artificial, e até mesmo remédios ou crenças para engravidar, mas Quinn absolutamente não consegue. Adoção está fora de questão para ambos devido ao passado de Graham então sua obsessão por ter um filho que ambos sonham desde o começo do casamento acaba fazendo com que Quinn e Graham se afastem cada vez mais, conforme Quinn não consegue engravidar, sua vida começa a desmoronar e a culpa por não conseguir um filho a faz se afastar cada vez mais do marido. O Sexo que era algo incrível entre os dois se tornou frio e Quinn só pensa nele como uma ferramenta para ter um filho, o prazer e o amor foram jogados fora e Quinn vive um vida de fingimentos, fingindo prazer, fingindo que está feliz e fingindo que está tudo bem entre os dois, mesmo ambos sabendo que não está.
 “ Eu provavelmente não notei porque a tristeza é como uma teia de aranha. Você não vê até que esteja envolvido nela, e então você tem que cravas suas garras para tentar se libertar. Eu me pergunto quanto tempo Graham tem tentado se libertar. Eu parei de tentar anos atrás. Eu apenas deixo a teia me consumir.”
 “ Não importa o quanto você ame alguém – a capacidade desse amor não tem sentido se superar sua capacidade de perdoar.”

Cada mês que ela percebe que não está grávida se torna um momento triste e solitário e quando menos percebem, Graham e Quinn estão morando juntos, mas estão mais sozinhos do que nunca, mesmo que Graham tente se aproximar de Quinn, ela não consegue ficar perto dele e deixar de ter expectavas, além de culpa por não conseguir lhe dar um filho. Logo ambos começam a seguir em caminhos diferentes, mas a promessa que fizeram no passado os mantem presos um ao outro e logo ambos terão que tomar decisões difíceis. Seguir com um relacionamento conturbado, onde existe amor mas não existe entendimento ou por um fim em tudo que construíram?
 “Às vezes, quando as pessoas mudam, nem sempre é perceptível em um casamento, porque o casal muda junto, na mesma direção. Mas às vezes as pessoas mudam em direções opostas.”



All Your Perfects foi aquele livro que li em uma sentada, sentei para começar a ler o livro e horas depois já estava finalizando a história. Foi muito bonito ver a construção do casal no passado e triste de ver desconstrução no presente. Em muitos momentos me vi na pele da Quinn, mesmo não tendo os mesmos objetivos dela, senti o que passava como esposa, já que sou casada também. Vi como o amor que ela tinha pelo marido estava enterrado em muitas camadas de tristeza e incertezas sobre seu coração. Me angustiei nos momentos que ela não sabia o que fazer e nas situações mais difíceis de sua vida. Me vi muito na personagem e senti muita empatia por ela do mesmo jeito que senti pelo Graham. Graham foi a âncora dos dois por um longo tempo e ele suportou por muitos anos o afastamento de Quinn e a indiferença dela em alguns momentos. Dá para vê o quanto ele a ama, pois se fosse outro já teria desistido dela antes.
É muito perceptível a diferença da Quinn que se apaixonou por Graham há 7 anos atrás e a Quinn de agora, ela acabou se tornando vazia por dentro, uma pessoa triste e até mesmo depressiva. É fácil ver também a mudança de Graham, que acabou se tornando uma pessoa muito triste e a luz que eles tinham, os momentos divertidos, as incertezas e aquela amizade de um relacionamento evaporou.
O que mais faltou para ambos foi o diálogo, a coragem de sentar na frente um do outro e se expressar, de dizer quais eram os problemas e as incertezas, e por causa dessa falta de diálogo tudo começou a desmoronar para ambos.
Tem uma frase bem marcante no livro que diz “ Se você só der luz nas suas falhas, todos os seus pontos perfeitos irão escurecer.” E em muitos momentos vemos Quinn fazendo exatamente isso. Sua frustração por não conseguir engravidar começa a destruir ela de dentro para fora e começa a quebrar todo o seu relacionamento com seu marido ao longo dos anos, já que podemos ver que tudo foi destruído aos poucos o que fez a história se tornar bem mais verídica.
Mas a Colleen não escreve só sobre o relacionamento dos dois, ela também fala sobre o relacionamento familiar deles. Podemos ver que Graham tem uma família bem estruturada, mas já Quinn tem uma família instável e podemos ver que a tamanha vontade de ter um filho vem desse relacionamento conturbado com sua mãe. Talvez se a história familiar de Quinn tivesse sido diferente, algumas coisas teriam mudado sobre sua percepção sobre um filho. É difícil ver como o relacionamento dos dois chega a um ponto que um não olha mais nem no olho do outro e conforme o coração dos personagens se partem, nós leitores acabamos nos quebrando junto com eles. Em muitos momentos me vi com lágrimas nos olhos e imaginando como tudo aquilo poderia seguir para frente, em muitos momentos me senti triste por eles e torcendo muito que ambos fossem fortes o bastante para passar por aquele momento difícil. Algo que me fez amar esse livro foi o amor dos dois, de que mesmo passando por um momento difícil, o amor estava ali, no fundo do coração deles e conseguiu permanecer intacto. O amor de Graham por Quinn foi o que mais que conquistou, é incrível como a Colleen consegue criar um personagem que se entrega tanto a outro e como ela consegue expressar o sentimento deles através das palavras e como nós leitores conseguimos captar aquele amor. Graham é aquele tipo de cara perfeito que é imperfeito, teve seus momentos de erros, mas como ele mesmo disse ele é humano e humanos erram. Mas o incrível é que essas imperfeições o fazem tão perfeito para a história.
 Uma das mensagens que a autora passa é que nenhum dois é perfeito, ambos erraram em alguns caminhos, mas o importante é no caminho final ambos tem que estar juntos para poder conseguir chegar há algo perfeito e aprender a se conformar com o que há vida lhe dá. A perfeição não existe, temos que aprender a conviver com nossas vidas do jeito que foram escritas e parar de tentar ser perfeito. Quinn sofreu muito, mas aprendeu muito também e no final me vi sorrindo e levando mais uma lição de vida para meu dia-a-dia.
Apesar dos momentos difíceis do livro, nos pegamos rindo de algumas cenas do passado, de como Graham e Quinn foram feitos um para o outro e como ambos se completam se uma forma surreal.
O livro trás muitos trechos marcantes e salvei tantos deles que foi difícil escolher alguns para postar aqui.
Não posso falar muito da diagramação já que li em e-book, mas posso dizer que a história foi muito bem elaborada, do jeitinho Colleen Hoover. É um livro lindo sobre duas pessoas que se encontraram no passado e se desencontraram no presente, mas mesmo caminhando com passos diferentes o amor que tinham um pelo outro seguiu juntos deles. Um livro marcante que te faz ficar refletindo tudo que aconteceu com o casal e como a vida pode mudar seus planos facilmente, e como você precisa estar preparado para enfrentar as tragédias da vida.
All Your Perfects com certeza vai tocar seu coração assim como tocou o meu e deixar uma história e uma lição linda para a sua vida.
 “ Eu costumava acreditar que se você amasse alguém o suficiente, esse amor poderia resistir a qualquer coisa. Enquanto duas pessoas permanecessem apaixonadas, nada poderia separá-las. Nem mesmo uma tragédia. Mas agora percebo que a tragédia pode derrubar até as coisas mais fortes.”

18 comentários

  1. Oie
    Acho que ainda não tinha visto este livro. Adoro os livros da autora e já quero ler este, parece ser emocionante.

    Beijinhos
    diariodeincentivoaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro não, mas confesso que não é o gênero que me atraia, não me chamou a atenção. =(

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Eu sou completamente apaixonada por esse autor, porque ele é muito bom mesmo!!

    http://dosedeestrela.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Jeh!
    Colleen ❤ Esse eu ainda n li, mas está na lista! Esse tipo de história sobre relacionamento entre o casal costuma ser bem interessante e reflexiva!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Jessica, tudo bem?
    Gostei do fato da autora misturar passado e presente, já que assim podemos compreender melhor a relação e o casal protagonista. Quero ler.


    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia a história, mas parece ótimo e entrou na minha listinha
    Beijos
    www.opsquerida.com.br/
    www.instagram.com/siteopsquerida/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jess!

    O dom da Colleen em escrever romances mesclados com drama é único. A história do casal não é incomum, e pelo jeito mostra como certas coisas podem abalar o casamento, embora isso não signifique que eles se amam menos. Amo os livros da Colleen e to super curiosa pra conferir All your perfects e como eles conseguirão lidar com a situação!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jess!
    Menina, fiquei sabendo de algumas coisas desse livro que me deixou com um pé atrás, mas irei ler ele com certeza.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  9. Oi, Jess

    Eu simplesmente amei esse livro. CoHo se superou e ele virou o meu favorito dela! <3
    Fico contente em saber que você também gostou.

    Beijo
    - Tami
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
  10. Olá, Jéssica.
    Eu não gosto do gênero e os livros da autora estão no topo das coisas que me dão nos nervos em livros do gênero. Mas não sei pelo que li na sua resenha esse foi um pouco diferente dos outros dela. Gostei dela abordar esse depois porque geralmente só vemos as histórias até eles se casarem. E infelizmente a falta de diálogo, de dizer o que realmente está sentindo é o maior vilão dos relacionamentos. Que bom que gostou tanto, mas eu não sei se leria.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  11. Seus posts, como sempre, maravilhosos! :)

    Passa lá no blog que tem resenha musical nova.

    Espero você por lá! <3

    Abraços,

    Jennifer.

    http://entrelinhasentrepautas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Jess, tudo bem??

    Que resenha mais profunda ein. Garanto que foi uma leitura bem intensa. Os livros da autora costumam ser assim mesmo e nos encantar e até nos quebrar. Meu coração palpitou em alguns trechos de sua resenha como se eu tivesse lendo o livro e espero que este livro venha logo pra cá rs. Xero!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Hey Jessica! Tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro, e mesmo não curtindo tanto o gênero literário, fico feliz que tenha adorado a leitura. É muito gratificante quando um autor atinge nossas expectativas.
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  14. Oiii Jess

    É uma delicia quando um livro surpreende a gente e acabamos lendo em uma sentada. Não sei se é um livro pra mim agora nesse momento, mas pretendo retomar com as histórias da CoHo em breve, pois acho as tramas dela bem tocantes e a narrativa super envolvente.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Jess,
    Eu amo a Colleen Hoover, mas este livro ainda não o li.
    Estou bem empolgada com a leitura! Ela sempre me surpreende.
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Jessica, tudo bem? Eu só li Talvez um dia da autora e gostei bastante da narrativa dela e pela resenha esse parece bem denso, com personagens complexos. Acho que vou ficar triste com os personagens, mas acho que tb vou gostar!

    Bjs, Mi
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  17. Oi
    parece ser uma ótima obra da autora, fiquei mega interessada e espero que seja publicado por aqui, deve ser mais uma história emocionante e que bom que gostou da leitura.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. parece uma ótima de opção de leitura

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo