terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Resenha - No Ritmo do Amor



Título: No Ritmo do Amor
Autor: Brittainy C. Cherry
Editora: Record
Classificação: 
Páginas: 336
Sinopse: Duas almas atormentadas unidas por uma grande paixão.
A linda e encantadora Jasmine Greene nasceu para brilhar. Cantora nata, ela cresceu sabendo que tinha vindo ao mundo para ser famosa, pois sua mãe — uma artista frustrada que concentrava na filha todas as suas expectativas — não a deixava se esquecer disso um minuto sequer. A vida da jovem de 16 anos se resume a estúdios, aulas de dança e canto e a inúmeros testes para ser o grande nome da música pop. Ela não tem tempo nem de ir à escola, é educada em casa e sofre com a rotina atribulada.
Para Jasmine, o pior de tudo é não poder cantar soul, sua paixão.
Mas ela não reclama, porque, na verdade, seu maior sonho é fazer com que a mãe tenha orgulho dela. Elliott Adams é uma alma atormentada. Para ele, cada dia é uma batalha a ser vencida. O rapaz tímido, humilde e franzino sofre bullying na escola por causa de sua aparência e por ser gago. Mas ele é mais forte do que imagina e encontrou em seu saxofone uma válvula de escape. Tira todas as suas forças dos acordes de Duke Ellington, Charlie Parker e Ella Fitzgerald, seus maiores ídolos.
Quando Jasmine finalmente consegue a permissão da mãe para frequentar a escola pela primeira vez na vida, sente que ganhou na loteria. Adora estar cercada de pessoas da sua idade, que vivem os mesmos dilemas e questionamentos... ela só odeia ver o garoto mais encantador que já conheceu na vida sofrer na mão dos valentões e fará tudo o que estiver ao seu alcance para mostrar a Elliott que ele não está sozinho. Aos poucos, esses dois jovens sofredores irão descobrir que têm muito mais em comum do que o amor pela música. Mas será que vão superar as reviravoltas que o destino preparou para eles?


Resenha: 
Quando vi o lançamento de No Ritmo do Amor pela editora Record foi como se aquele livro me chamasse, foi aquele amor à primeira vista e quando peguei uma promoção não pensei duas vezes em adquirir e conhecer essa história emocionante.
A vida de Jasmine não é nada fácil. Com apenas 16 anos ela já carrega um peso e uma responsabilidade grande. Sua mãe, uma mulher fria sempre sonhou em ser uma cantora pop famosa, mas depois do nascimento de Jasmine o sonho da mãe dela se acabou e com isso sua mãe a fez ser quem ela queria ser, uma famosa cantora pop. Mesmo não sendo o sonho de Jasmine cantar pop, já que ela ama Soul, ela se esforça para dar orgulho a sua mãe e vê se algum dia ela para de dizer que ela é uma decepção. Tendo diversos cursos, aulas de dança, canto, instrumentos, a vida de Jasmine é tão corrida que ela mal tem tempo de comer e muito menos de ir para uma escola.
 “ A vida, às vezes, era difícil. Mas talvez Deus tenho nos presenteado com a música como se fosse um pedido de desculpas.”

Sempre estudando em casa, o sonho de Jasmine sempre foi ir para uma escola e se tornar uma garota normal, sem muitos compromissos e cantar por prazer e não por obrigação. Então finalmente ela e seu padrasto, um homem muito gentil conseguem convencer a mãe dela a deixar ir a escola pública, contato que não atrapalhe os esforços para ser cantora.  Jasmine então por um momento consegue respirar e ver pessoas diferentes e lá que ela vai descobrir muitas coisas e encontrar alguém que vai mexer totalmente com seu mundo.
 “ Ás vezes é difícil ver as coisas com clareza quando já está tão acostumado com a escuridão.”

Elliot Adams é um garoto magricela, com seus grandes óculos e seu jeito nerd, mesmo tendo uma aparência esquisita e jeito estranho, Elliot possui algo muito grande, um coração bom. Desde criança Elliot teve problemas com a fala e quando ele está nervoso ele mal consegue falar por ser gago, além da aparência fraca, Elliot sofre bulliyng dos garotos mais populares por ser gago. Mesmo sendo espancado todas as manhãs, Elliot sempre é gentil e doce, mesmo sofrendo muito, ele mostra seu melhor e logo a nova garota da escola começa a reparar nele, ainda mais quando eles descobrem algo em comum: A música. Elliot toca Jazz em seu saxofone em uma das famosas ruas de Nova Orleans e é ai que Jasmine e ele sentem uma conexão.
Logo uma amizade surge entre os dois e Elliot e Jasmine vão se vendo cada vez mais encantados pelo modo de como ambos se conectam tão bem. Duas pessoas com vidas diferentes, mas que sofrem por dentro e essa dor é logo preenchida pelo amor de ambos.
 “ Eu conseguia lidar com isso. Quem era eu para reclamar de algumas gotas quando conhecia pessoas como Elliott, que tinham de lidar com furacões? Cada pessoa tinha uma música em sua vida cuja a letra era sofrida demais para ser cantada.”

Mas quando Jasmine se vê obrigada a mudar de país, a dor e a despedida dela com Elliot é triste, mesmo assim aquele amor que ambos construíram um pelo outro não se quebra com a distância entre eles. Mas uma tragédia acontece e faz com que Jasmine e Elliot se afastem completamente e vivam vidas completamente tristes e vazias.
Depois de seis anos ambos acabam se reencontrando na mesma cidade que trouxe amor e música para eles, só que eles estão diferentes, principalmente Elliot que teve um passado sombrio que não consegue desapegar, será Jasmine conseguirá resgatar aquele garoto doce e gentil da completa escuridão que o envolve?
 “ A vida era mesmo extraordinária. Às vezes, ela seguia por direções que não poderíamos nunca imaginar. Porém, o mais incrível nos seres humanos é nossa capacidade de nos adaptar a essas mudanças.”
“ Ás vezes as pessoas não precisam de palavras , Elliott. Elas só precisam de espaço para deixar que as emoções falem, precisam de alguém ao lado, como se fosse um lembrete de que não estão sozinhas.”

No Ritmo do Amor trouxe mais do que uma história sobre duas pessoas perdidas tentando se reencontrar no mundo, a história nos trás um sentimento tão profundo, nos mostra como a música pode mudar o  rumo e a vida de alguém e como o amor verdadeiro pode superar qualquer barreira ou caminho distorcido que a vida nos dá.
A história de Jasmine e Elliot não é uma história só de momentos bonitos com o Jazz e o Soul, ela trás a pura e a forma mais triste da dor dentro de um ser humano, ela fala da dor da culpa que nós colocamos em nós mesmos, sendo que nós nunca fomos culpados de nada, ela mostra como uma pessoa pode ser destruída e ter que lidar com perdas e tragédias terríveis em sua vida. E como sempre Brittainy escreve com maestria sobre a dor, a solidão e a perda.

Fico Impressionada como a autora escreve com uma delicadeza seus livros, mas consegue fazê-los ser tão profundos e tão cheios de sentimentos. E No Ritmo do Amor é exatamente assim. Tive diversos sentimentos enquanto lia a obra, o sentimento de tristeza pelos acontecimentos da vida, o sentimento de injustiça pelo bulling que o personagem sofria, a angustia de algumas cenas, a felicidade em outras e muito amor e carinho pelos personagens. A história é tocante e vai mostrar muitos sentimentos ao leitor.

Jasmine é uma garota encantadora, tem uma luz dentro de si que é impossível você não gostar dela. É uma garota que sorri em todo o momento, mas que por dentro tem uma dor irreparável. Seu relacionamento com sua mãe é muito conturbado, pois sua mãe só vê ela como uma barreira em sua vida, ela culpa Jasmine por ter perdido a chance se ser famosa, e em todo o instante vemos ela dizendo o quanto a filha é uma decepção para ela. Esse relacionamento entre elas trás um peso enorme em Jasmine já que ela só quer o amor de sua mãe e que ela a reconheça como filha, mesmo sofrendo, ela tenta fazer o melhor para sua mãe se orgulhar dela. Mas no meio de seus dias sombrios é que surge esse garoto encantador chamado Elliott.

Gente não tenho nem palavras para falar que garoto lindo, fofo e gentil que Brittainy criou. Elliott é um menino tão doce e inocente que dá vontade de guardar ele em um potinho e proteger do mundo todo. E toda essa inocência de Elliott é o que faz ele sofrer tanto com o bulling na escola.  As cenas em que ele é vaiado, que batem nele e empurram ele é tão triste e tão cruel que aflige o leitor e nos deixa angustiados. Pois Elliott é tão puro e doce que ficamos indignados por tamanho sofrimento que ele passa por ser gago e magro. E como todo esse sofrimento interfere no doce Elliott de 16 anos que passa a ter 22 anos e se torna um garoto frio e cheio de cicatrizes por uma tragédia de seu passado. E a autora soube dosar muito bem a história intercalando os personagens de 16 anos e depois eles mais velhos. Foi bom ver o crescimento e desenvolvimento de maturidade deles e de como tudo que construíram através da dor, fez ambos ficarem mais fortes. A interação do casal é linda demais e ambos tem frases fofas e jeitos marcantes na história.

Sobre o personagens secundários, todos tem um sentido para a história e são tão marcantes quanto os principais, como a mãe de Elliot e sua irmã , duas pessoas tão bondosas e com um coração enorme. Assim como Tj, gente que senhor maravilhoso, ele trás uma emoção para as cenas, uma alegria que no final acabou sendo um dos meus personagens favoritos.

Achei muito bacana a autora falar um pouco sobre solidão, sobre como em vários momentos a tristeza nos cerca e deixa a vida totalmente escura, mas que sempre vamos ter as pessoas que amamos do nosso lado e que nunca vamos estar sozinhos nesse mundo. E que como a música pode trazer uma alma sombria de volta para a luz.
A diagramação da editora está muito bonita e meu livro ficou cheio de post-its marcando as frases mais tocantes da história. Em questão da ortografia, encontrei alguns erros na leitura, mas nada que atrapalhasse.

Para finalizar, posso dizer que no Ritmo do Amor cumpre seu papel como excelente livro de drama com romance e trás uma história linda, triste e inspiradora ao mesmo tempo. E que quando você terminar essa história, você vai estar com um sorriso no rosto e um coração quentinho e transbordando de emoções.

23 comentários

  1. Jessica, não curto romances não, mas gostei da sua resenha.

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  2. Olá, Jéssica.
    Eu só li um livro da autora até agora e esse ano pretendo ler aquela série dos elementos que ganhei em uma promoção. Mas esse é o tipo de livro que só leio se ganhar mesmo porque o gênero não é uma das minhas primeiras opções. Que bom que gostou tanto do livro. Eu li algumas resenhas de pessoas que amaram ele e de outras que se decepcionaram.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Que amor de resenha, Jéssica. Ainda não conheço nada dessa autora, mas adoro esse gênero. Sem dúvida, vou tentar comprar para ler!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Jess! Ah!!! Esse livro é lindo, uma historia tocante, com um drama real e muito amor e superação. Um dos da autora que mais amei. Que bom que gostou. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jess!
    Gostei que tem esse salto de tempo porque eu já estava ficando bugada sobre eles terem 16 anos hahahha
    Eu amo jazz e soul, mas os livros da Brittainy não me chamam muita atenção...
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra a quatro livros e mais um kit de marcadores no instagram

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Gente que livro lindo, eu amo livros que eu possa me identificar com a personagem e com esse eu me identifiquei com a parte musical dela, isso me faz sentir mais dentro da história hahaha
    Obrigada pela tua visita lá no Covil, espero mesmo poder te ver mais vezes lá <3

    Blog Covil Dourado | Facebook

    ResponderExcluir
  8. Oi Jess, tudo bem?
    Curti a dica, ainda não conhecia esse livro, parece ser bem legal.
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  9. Eu adorei a resenha, a historia é realmente linda e me deu vontade de ler nesse exato momento. Seu blog sempre tem dicas boas de livro. adorei.
    bjs bjs https://beperes.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oiii Jess

    As fotos ficaram lindas e eu amei o cabeçalho do teu blog, ficou super fofo.
    Eu adorei essa abordagem da autora, falando um pouco sobre esse sentimento de vazio de quando nos sentimos sós, acho que é algo que todos podemos nos identificar em algum momento pois uma hora ou outra nos sentimos sós.
    A premissa parece ser super envolvente. Vou anotar.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  11. AH que livro lindo! Achei que fosse um clichê - que amo também - mas parece ser bem mais, já quero ler. Sua resenha ficou maravilhosa, passou todo o entusiasmo e o carinho pelo livro.
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  12. Não gosto muito de ler drama porque sou muito sentimental e geralmente parte meu coração hehehe..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oie
    Eu sou fã desta autora e tudo que publicaram dela aqui eu li, não vejo a hora de ler este.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Oie Jess =)

    Esse foi o livro que menos gostei da Brittainy até hoje. Achei a leitura rasa, e não consegui me conectar com os personagens. A verdade é que a cheia a Jasmine um porre XD.

    Mas, fico feliz que o livro tenha funcionado bem com você!

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  15. Oi, Jess

    Eu acabei não solicitando ele porque tinha lido umaa resenhas bem medianas no Goodreads. Mas agora até que bateu vontade de ler. A Brittainy realmente tem um dom de escrever histórias tocantes, é impressionante!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Jeh!
    Quero muito ler esse livro tbm! A história me chama a atenção e sei que a escrita da Brittainy é ótima! *-*
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Oi, Jess!

    Confesso que a capa não me chama muito a atenção, mas gostei muito da sua resenha e da história, parece ser daqueles romances que a gente mergulha e esquece da vida haha quero ler!!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Hey Jess! Tudo bem?
    Mesmo não tendo lido o livro ainda achei a trama muito envolvente.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ Blog Misto Quente
    ~ Siga no Instagram
    ~ Curta no Facebook

    ResponderExcluir
  19. Oi, Jess!
    Os livros dessa autora são sempre muito bons, né?
    Eu comprei esse livro na última bienal, mas a capa me dá um desanimo tão grande que ainda não consegui começar a leitura. Gostei muito da sua resenha e fiquei animada para começar logo.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Não li nada da autora, mas vejo gente falando bem desse livro. Parece ser muito emocionante, um livro que a gente não quer mais largar. A relação deles com a música deve ser linda, ainda mais na questão da solidão que você citou lá em cima. Adorei a sua resenha, fiquei mais curiosa.
    Beijos
    Our Constellations

    ResponderExcluir
  21. Oi
    acredita que até hoje não li nada da autora, precismo, todos falam bem. Legal que essa história da uma chance de conhecer os personagens em épocas diferentes, parece ser uma bela história e meio triste também.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Mesmo não sendo o tipo de história que eu gosto, parecer ser uma narrativa bem envolvente e emocionante, achei a premissa bem original!

    www.estante450.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi Jess, tudo bem?
    Esse tipo de romance envolvendo personagens "quebrados" não costuma me agradar, mas gostei de saber mais por meio da sua resenha. <3
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Jessica Andrade

imagem-logo