segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Resenha - The Girl From Everywhere – O Mapa do Tempo





Título: The Girl From Everywhere – O Mapa do Tempo
Autor: Heidi Heilig
Editora:  Morro Branco
Classificação: 
Páginas: 416
Sinopse: Nix é uma viajante do tempo. Ela e seu pai, Slate, velejam a bordo do Temptation, um navio pirata repleto de tesouros. Ao longo do caminho eles encontram amigos, uma tripulação de refugiados do tempo e até mesmo um charmoso ladrão que pode significar muito mais para Nix.
Tudo que Slate precisa é um mapa certo para viajar a qualquer tempo e lugar, real ou imaginário: seja para a China no século 19; terras vindas direto das Mil e Uma Noites ou até mesmo uma mítica versão da África. Apesar das inúmeras possibilidades, o pai de Nix está obcecado com um mapa específico: Honolulu, 1868 – o ano de nascimento de Nix e a última vez em que ele viu sua esposa viva. E, por uma chance de reencontrá-la mais uma vez, Slate está disposto a sacrificar a tudo e a todos.
Quando o desejado mapa aparece, Nix vê sua própria existência em perigo e agora deve descobrir o que quer, quem é, e aonde realmente pertence, antes que seu tempo acabe. Para sempre.


Resenha:
The Girl From Everywhere foi um livro que me chamou atenção por ter um dos meus temas favoritos em fantasia: Viagens no tempo. A autora prometia uma história rica e inovadora, e isso me fez querer ler o livro pela sua sinopse e capa.
Nix é uma viajante do tempo, assim como seu pai capitão Slate do navio Temptation, ambos navegam através de mapas verdadeiros tanto para o passado quanto para o futuro. E a vida de Nix sempre foi velejar e conhecer o mundo, mas tem uma coisa que ela teme e se sente confusa. A obsessão de seu pai por um único mapa de 1868 em Honolulu no Havaí, a data onde Nix nasceu e sua mãe acabou morrendo. Para poder conseguir esse mapa e navegar até lá, Slate está disposto a sacrificar tudo, até mesmo sua família se for necessário.
 “ Quando chegássemos à Honolulu de 1868, ele não precisaria mais de orientação ou negociações. Eu era o meio para um fim, e o fim se aproximava, mais perto a cada dia.”

Nix e seu pai não tem um relacionamento fácil, sempre distante e focado em seus objetivos ele muitas vezes joga a responsabilidade nela e deixa fazer coisas perigosas. Sabendo que nunca vai ter o amor de seu pai por completo, Nix não sabe o que esperar dessa jornada até o Havai, já que viagens no tempo são relativas, ela pode simplesmente desaparecer se Slate for até lá. E quando surge um novo mapa Slate não pensa duas vezes em adquirir, mas quando chegam em Honolulu descobrem que o mapa estava com a data errada eles vão parar em 1884 alguns anos depois. Lá eles vão tentar de algum jeito descobrir um novo mapa, mas quando um negociante misterioso diz ter o mapa certo e que quer fazer um acordo com eles, Slate não pensa duas vezes em aceitar, mas logo eles vão descobrir que para conseguir o tão desejado mapa, vão precisar trair a todos, até o próprio rei. Será que valerá apena destruir tudo para se conseguir uma chance de voltar ao passado?
 “ E quando todo mundo aceita que alguma coisa é de um jeito, todos os outros jeitos de que ela poderia ter sido desaparecem.’’




The Girl From Everywhere foi uma leitura cativante, mas nem tanto. Talvez minha ‘’sede ao pote’’ tenha me trazido mais frustração do que satisfação com a leitura.
Achei a história muito confusa e tive que parar para reler algumas cenas e tentar entender melhor a história. Confesso que até mesmo nesse momento que estou escrevendo a resenha, estou tentando entender o livro. Pode ser que para outros leitores a leitura seja mais clara, e talvez eu não estivesse na “vibe” do livro, mas confesso que essa “confusão” que ficou em minha cabeça e falta de algumas explicações me fez dar três estrelas para a história.
O tema viagens no tempo não é algo fácil de se escrever, pois sempre temos algumas perguntas sobre o que está acontecendo ou porquê e como eles conseguem fazer isso e etc. E nessa história não temos tantas explicações assim. Eles viajam no tempo pelo mar através de um mapa original e ok, até aí tudo bem, mas o que acontece se eles mexerem com o passado? Seria alterado o futuro? Ou seria criado uma nova dimensão com finais alternativos? Não temos uma explicação exata sobre isso e fica difícil de entender o que aconteceria com a Nix se eles voltassem, ela não existiria? Ou simplesmente ela voltaria e conseguiria ver o eu dela do passado? Essa são as duas perguntas que ficam na nossa cabeça do começo ao fim do livro. E quando mais a autora solta algumas respostas mais confuso fica algumas perguntas. Como a personagem Joss, ela é bem importante para a história e no final são revelados algumas coisas, mas mesmo assim ficou muitas pontas soltas que para mim não se encaixaram na história.
O livro não me prendeu de inicio e até o meio da história foi uma luta para se seguir, pois achei Nix uma personagem meio apagada, não sabia o que queria, seu relacionamento com o pai era frustrante, não consegui me apegar a ela até mais da metade da história, pois ela parecia ser mais uma empregada do que filha do capitão do navio, ela não tinha voz, não tinha um objetivo em mente. O que faltou para Slate e Nix foi diálogo, o medo de Nix saber o que ia acontecer com ela a deixou receosa e Slate escondia tudo o que podia de Nix, só pensando em sua esposa e isso acabou fazendo com que ele se afastasse não só dela, mas de todos. Se ambos tivessem sentado e conversado, muitas coisas poderiam ter sido facilmente resolvidas. 
Já Nix e seu relacionamento com os personagens do navio foi algo interessante, ela tem um certo apego por eles que faz a história ficar um pouco mais encantadora já que eles são de épocas diferentes.
Outro ponto que não me agradou foi o romance inserido com um triângulo amoroso na história, apesar de não ser o foco do livro, o romance não me convenceu por enquanto, não vi uma química entre ela e os dois personagens e isso acaba sendo meio irritante.
Mas nem tudo foi água a abaixo, o crescimento da Nix na história faz a gente gostar dela no final do livro, as revelações finais sobre Slate e o passado de Nix fazem a gente até gostar da história.
Acho que o que salvou do livro foi o final, com mais ação, já que a história é bem parada no começo, teve bastante lendas, culturas, mitologias e bastante fantasia que faz a gente viajar na história e isso foi bem agradável para um início morno.
Também pelo lado positivo, a ambientação dos lugares para os quais os personagens viajam foi muito bem detalhada e é fácil visualizar os locais, costumes e vestimentas que autora descreve. Heidi cresceu no Havaí então temos tudo muito bem descrito.
Sobre a diagramação do livro está linda, temos os mapas nas páginas, letras com um tamanho e espaçamento legal, uma capa muito bonita. É o meu primeiro livro da editora e gostei muito do cuidado deles na parte física, porem encontrei alguns erros gramaticais durante a leitura.
Para finalizar posso dizer que The Girl From Everywhere é um livro que vai agradar os amantes de fantasia, comigo não funcionou tão bem, mas o livro tem muitos elogios e nada quase de críticas por aí. Acho que é uma história que muitos vão gostar, por eu ser uma amante do tema de viagens no tempo, posso ter sido mais criteriosa com a história, e também não pude deixar de expressar o que me desagradou. Por isso indico a leitura, tenho certeza que muitos vão gostar, já outros podem ter uma opinião mais parecida comigo. E  você só irá saber dando uma chance para o livro.



21 comentários

  1. Oi, Jess!

    Acho linda a capa desse livro. Entendo como é frustrante irmos com muita expectativa e no final a história decepcionar. Realmente é uma falha não ter grandes explicações a respeito da viagem do tempo. Se esse é o foco da obra, o autor não deveria deixar em aberto para interpretações. E nem me fale em triângulos amorosos, tenho ranço disso, não vejo necessidade alguma hahaha uma pena a história ser confusa, tinha bastante potencial!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Amei sua resenha, Jess. A capa desse livro está linda de morrer. É tão ruim quando a gente cria expectativas em um livro e ele não surpreende, né? Uma pena que com esse sua experiência tenha sido assim..

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho esse livro mas ainda não consegui ler. Não é a primeira pessoa que fala que teve alguns probleminhas na narrativa. Espero gostar da leitura..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Que pena que a leitura não foi o que você esperava, às vezes quando colocamos muitas expectativas isso acontece. Tenho muita vontade de ler este livro.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá, Jéssica.
    Eu já não sou tão fã desse tema viagens no tempo porque acho ele muito confuso. É dificil me prender a história e por isso leio somente de vez em quando hehe. Que pena que o livro não foi tudo isso. E não sei porque os autores tem que inserir triangulo amoroso em tudo.Será que já não perceberam que isso irrita os leitores hehe. Acho que não leria esse livro.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Oi, Jess!
    Menina, eu estou de olho nesse livro desde que ele saiu lá fora. Estava só esperando o segundo sair para poder ler.
    Pena que você não curtiu muito, mas viagem no tempo é complicado mesmo de escrever.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra a quatro livros e mais um kit de marcadores no instagram

    ResponderExcluir
  7. Oi Jess! Eu adoro essa temática e tenho vontade de conferir a obra, pena que suas expectativas não foram superadas. Eu espero não me decepcionar quando ler. Boa semana. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Acho que eu nunca li algo com esse tema, seria interessante eu me aventurar pois deve ser muito envolvente. Uma pena que o livro não tenha sido tão bom assim, talvez essa sede no pote tenha sido o empecilho mesmo :/ A capa está linda! Espero não me decepcionar.
    Beijos
    Our Constellations

    ResponderExcluir
  9. Oi, o enredo é bem diferente, gostei muito da sua resenha e dos pontos que citou, foi bem criteriosa mesmo haha

    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
  10. Oi, td bem?
    Que capa linda e o tema é bem legal também, meio Outlander né?
    Mas que pena que o livro não cativou tanto assim :(
    Adorei a resenha!
    beijos
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=CQMHdUwn1Ec
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Jess!
    Acho que a sua resenha foi a primeira negativa que leio. Eu amo a capa desse livro e ele está na minha listinha, porém como preciso estar muuuuuito afim de ler fantasia pra me prender nesse gênero, ainda não tinha dado uma chance. Espero que a minha experiência seja um pouco melhor!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  12. Oi
    a capa do livro é bonita, uma pena que você se sentiu confusa e a história acabou não agradando mutio, mas o tema é interessante.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Jess

    Às vezes acontece de eu escrever a resenha sem ter entendido muito bem a mensagem da história também! Hahahaha
    Eu acho essa edição linda e adoro viagens no tempo, mas se lendo as resenhas eu morro de raiva desse pai, imagina lendo? Acho ele muito desnaturado, eu só ia passar raiva! Hahahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  14. Hi, Jess. Tudo numa nice?!
    Então, desde que vi a capa desse livro estava muito curiosa para conferi-lo. Esperar muito de um livro no geral traz frustrações mesmo. Uma pena que o livro não tenha superado suas expectativas. Já é um alerta para mim quando for lê-lo, porque realmente quero conferir a obra. Também não gosto de triângulos, mas vamos ver como me saio lendo esse.
    XO XO
    Alana Gabriela - Books and Stuff

    ResponderExcluir
  15. Oi Jeh!
    Essa capa é linda e queria que tivessem maia histórias sobre piratas! Adoro viagem no tempo tbm!
    Mas li algumas resenhas achando o livro mediano como a sua, então fiquei com o pé atrás. Mas ainda está na minha listinha!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oiii Jess

    Eu tenho esse livro há mais de um ano na estante mas fico relutando em ler justamente porque sinto que posso me frustrar com as expectativas, eu também adoro viagens no tempo, é um dos elementos de fantasia que mais me atrai, e esse tom paradão do livro me desanima. Mesmo com o final bacana, é bem complicado ter uma leitura que, em grande parte, pode ser cansativa e até confusa... Sei lá, vou deixar pra ler mais pra frente, quando estiver mais no clima pra leituras assim, que dividem opiniões

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  17. A capa desse livro é linda e o tema viagem no tempo também me interessa bastante. Que pena que você se frustou com ele!

    Iasmin Guimarães | E agora?

    ResponderExcluir
  18. Oi Jess, tudo bem?
    Curti bastante a capa do livro, mas ainda não o conhecia! Parabéns pela resenha
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir
  19. Oie Jeh =)

    Assim como você amo narrativas que misturam fantasia e viagem no tempo, mas realmente o triangulo amoroso me desanimou um pouco também. De verdade não vejo qual é a necessidade dos autores continuarem a usar esse recurso nas histórias.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  20. Oi Jessica! Nossa, eu fiquei surpresa pela nota porque acho que é a primeira resenha negativa que eu vejo. Achei interessante vc citar que é um pouco confuso, eu pretendo ler ainda o livro, mas vou ficar mais atenta a essas partes!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  21. Que interessante hein?
    olha, nao sei se eu ia gostar ou nao, talez ficasse meio dividida, mas confesso que amei a capa e por ser um livro de viagem no tempo, apesar de nao explicar tanto quanto deveria.... Bem, de qualquer forma, só lendo pra saber se vou gostar meeesmo, mas gostei da sua resenha, adoro resenha sincera e também ja mostra um pouco do que a gente pode esperar, né?
    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: Jessica Andrade

imagem-logo