sexta-feira, 20 de julho de 2018

Resenha - Geekerela



Título: Geekerela
Autor: Ashler Poston
Editora: Intrínseca 
Classificação: 
Páginas: 384
Sinopse: Quando Elle Wittimer, nerd de carteirinha, descobre que sua série favorita vai ganhar uma refilmagem hollywoodiana, ela fica dividida. Antes de seu pai morrer, ele transmitiu à filha sua paixão pelo clássico de ficção científica, e agora ela não quer que suas lembranças sejam arruinadas por astros pop e fãs que nunca tinham ouvido falar da série. Mas a produção do filme anunciou um concurso de cosplay numa famosa convenção valendo um convite para um baile com o ator principal, e Elle não consegue resistir. Na Abóbora Mágica, o food truck vegano onde trabalha, ela encontra a ajuda de uma amiga cheia de talentos para moda que vai criar o traje perfeito para a ocasião. Afinal, o concurso é a chance de Elle se livrar das tarefas domésticas impostas pela terrível madrasta e das irmãs postiças malvadas.
Já Darien Freeman, o astro adolescente escalado para ser o protagonista do filme, não está nada ansioso para o evento, embora o papel seja seu grande sonho. Visto como só mais um rostinho bonito, o próprio Darien também está começando a achar que se tornou uma farsa. Até que, no baile, ele conhece uma menina que vai provar o contrário.


Resenha:
Confesso que Geekerela me conquistou pela capa, uma capa que transmite um pouco do livro nela. E é claro por ser uma releitura de Cinderela. Sempre gostei de releitura de contos de fada, então tudo que aparece eu acabo lendo, pois gosto de ver os contos de fada transmitidos para personagens mais “reais” com uma carga maior de drama, com situações do nosso dia a dia e posso dizer que com Geekerela não foi nada diferente, mas de um jeito muito bom.
Começamos conhecendo Elle Wittimer uma garota totalmente nerd e apaixonada por uma série interestelar clássica chamada Starfield, Elle cresceu com seu e pai e sua mãe e o amor deles por essa série. Depois da morte de sua mãe, Starfield virou o elo entre ela e seu pai, algo que ambos amavam e poderiam sonhar e sonhar, mas depois de algum tempo, o sonho ficou só com Elle.
Seu pai acabou conhecendo outra mulher, que já tinha duas filhas gêmeas da idade de Elle, uma mulher sofisticada, bem diferente da vida dos dois, mas no final ela acabou aceitando e convivendo, pois queria ver seu pai feliz, só que uma tragédia acontece e Elle se vê sozinha, órfã, sem pais, vivendo com uma madrasta que a faz trabalhar em casa e duas irmãs que a odeiam, além é claro de ter que trabalhar por fora em um foodtruck chamado abobora mágica com uma garota de cabelo verde bem estranha, seu mundo só vai de mal a pior. 
" Escondo o celular debaixo do travesseiro. Porque não sou uma princesa. E este é o universo impossível, onde nunca acontece nada de bom."

Então Starfield acaba sendo a ancora de Elle, ela tem um blog não conhecido chamado Artilharia Rebelde onde escreve tudo sobre a série, ela sabe todas as falas, cenas e detalhes e é aquilo que liga ela a seu pai, mesmo ele não estando mais presente em sua vida. E para sua alegria resolveram criar um filme do clássico depois de anos e Elle não se aguenta de ansiedade para saber quem será o Carmindor, o príncipe da galáxia e é claro o personagem principal da história, mas quando ele descobre que escalaram Darren Freeman um garoto lindo, que trabalha em um série de adolescentes famosas para ser Carmindor tudo parece errado, era para ser a melhor adaptação do ano, mas já começou muito mal.

 "Porque este é o universo impossível. E não tem Camidor, nem Prospero, nem Euci, nem Federação, nem plataforma de observação. Só tem eu, perdida no lado errado, separada de tudo que amo.Como a princesa Amara, engolida pela Nebulosa Negra." 
Já Darren Freeman é um garoto famoso, cheio de fãs, dinheiro e sucesso, mas tem algo que falta na vida dele, ser ele mesmo.
Darren finge ser  o tempo todo algo que não é, um garoto teen de uma série adolescente que agora pegou um papel de um filme famoso qualquer. Mas, para Darren é mais do isso, Starfield é algo que ele adora e ele quer dar o melhor de si para ser o melhor Carmindor, mas é claro que os fãs antigos da série não acham isso de Darren, acham que ele mal assistiu a série e pegou o papel pelo dinheiro e se Darren quer tentar pelo menos ter uma aceitação boa dos verdadeiros fãs de Starfield terá que conquistar muito para chegar onde ele quer, mas será que ele vai conseguir?
 ''É mais fácil sermos quem queremos ser quando não estamos tentando ser quem todo mundo pensa que somos.''

Assim que sai o anuncio do filme, produção resolve realizar um concurso de cosplay numa famosa convenção de Nerds valendo um convite para um baile com o ator principal e um dinheiro, e Elle não consegue resistir, primeiro que a convenção foi seu pai que criou e segundo que ela precisa muito do dinheiro para poder fugir de sua vida horrível, ela não pensa duas vezes em participar do concurso, mesmo tendo que ser escondido.
Com ajuda de uma nova e futura amiga, muitas aventuras no food truck, um cachorrinho engraçado, Elle terá um trabalho e tanto para se organizar, ainda mais quando um garoto misterioso começa trocar mensagens com ela e faz seu coração bater mais rápido. Será que Elle conseguirá realizar seu sonho? Será que Darren conseguirá realmente ter o sucesso pessoal que deseja? A vida de ambos muda quando os dois se conhece e as coisas podem não ser tão ruins assim quanto eles pensam.
"É verdade que a gente não sabe muito um sobre o outro, e é verdade que eu não estou aí e você não está aqui. Mas fico feliz por podermos dividir este céu.Talvez seja hora de nós dois começarmos a olhar para cima..."


Essa é uma história cheia de momentos e sentimentos diferentes. Um livro leve, um pouco divertido, com um toque de drama e é claro romance.
Elle é uma garota forte, que tenta manter a cabeça erguida mesmo quando tentam derrubar ela, depois da morte de seu pai sua vida mudou drasticamente, e ela agora está praticamente presa em uma vida que ela odeia. Mas, mesmo com as barreiras que a vida ergue em sua frente, ela não desiste de seus objetivos, sempre olha para frente e tenta correr atrás do que quer, é muito fácil gostar dela e de sua personalidade determinada. Já Darren foi uma certa surpresa, pois achei que ele seria um pouco mais “badboy” e pelo contrário, Darren demonstra ser inseguro, um garoto cheio de sonhos e desejos, mas que não pode segui-los ao pé da letra, sua vida é regrada, suas vontades não importam se não for bom para a mídia e sua fama e seu pai faz questão de lembrar isso para ele o tempo todo. Então temos um personagem um pouco frustrado, inseguro no que fazer, mas com vontade de mostrar a todos que veio para dar o seu melhor.
Ambos são bem diferentes, mas igual ao mesmo tempo parecidos, pois eles tem uma vida regrada no qual não se sentem bem e logo isso cria uma conexão com ambos.
Claro que de inicio Elle não gosta de Darren e acha ele mesquinho, sem noção, mas logo ela descobre que aquilo tudo é só uma fachada e que ele é muito mais intenso do que pensava.
As cenas são intercaladas entre os dois e sua rotina, Elle com o Foodtruck e tarefas de casa e Darren com as gravações de Starfield.
Os personagens secundários são ótimos e tem uma atenção leve na trama, gostei muito do relacionamento de Hera, a louquinha de cabelo verde e filha da dona do Foodtruck e do outro personagem que não citarei para não dar spoiler, foi uma relação bem moderna, algo atual que se não vê nas releituras dos contos de fada e realmente adorei que a autora inseriu esse tema na história.
O que gostei muito no livro foi a autora fazer menção de vários livros, séries geeks do mundo atual, como se Starfield fosse mais uma modinha entre nosso mundo literário e cinematográfico, os detalhes de Starfield são tão precisos que tem momentos que você acha que aquilo realmente existe.
O desenvolvimento da história e o final é claro são ótimos, e adorei o mundo geek que autora criou e os detalhes de tudo.
Posso dizer que Geekerela é um ótimo livro, com história leve que você vai devorar rapidamente. E se você é fã de releituras, gosta do universo geek, não perca tempo e vá atrás desse livro. 
Apontar para as estrelas. Mirar. Disparar.

13 comentários

  1. Oi Jessica

    tô louca pra ler esse livro já faz um tempo...
    esse é o tipo de história que me agrada mt!!
    Adorei tua resenha, só me fez ficar mais ansiosa pra ler!

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Jessica!

    Esse é um livro que gostaria muito de ler, li comentários positivos sobre a história e a sua resenha não foi diferente, também gosto muito da capa dele.....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Diferente do ocorreu com você, a capa não me atraiu não, rsrs.
    Que bom que a história é leve e descontraída.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oiii Jéssica

    Quando li que esse livro era um retelling moderno de Cinderella me desanimei, ja que Cinderella não é meu clássico infantil do coração mas a tua resenha me convevnceu em dar uma oportunidade. Adoro histórias leves, com uma dose de comédia, drama, romance, tudo na medida pra não saturar. Realmente a capa é fofa demais e dá vontade de ter na estante só pra ficar olhando ela...rsrs

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jess!

    Não sou muito ligada em releituras de contos de fadas, mas essa em particular me chama bastante a atenção, acho que por ter um toque mais suave, juvenil e próximo da realidade. Adorei a sua resenha, assim que der vou dar uma chance pra leitura!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oi Jess!! Faz tempo que esse livro está na minha lista de leituras, a trama me parece ótima e adoro quando tem referências geeks! Certeza de que vou gostar!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  7. Oi Jess,
    Eu quase comprei esse livro diversas vezes, mas sabe quando algo te impede?
    Talvez o medo da história ser muito juvenil... Mas eu amo a Cinderela e acho que esse toque geek pode ser muito bem vindo.
    beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Jess!
    Estou namorando essa capa faz um tempo. Já até tenho o livro em e-book, mas ainda não comecei a leitura. Adorei saber que a autora faz várias menções geeks, o que já me conquistou hahaha Quero ler em breve.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha, ainda não conhecia o livro, mas essa capa e a sua resenha me conquistaram de imediato. E por ser uma releitura da Cinderela, já fiquei curiosa pra conferir.

    Beijos boa semana
    http://bellapagina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Essa releitura de Cinderela deve ser tão legal! Adorei a sua resenha, me deixou ainda mais a fim de ler!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Eu gostei muito deste livro, não imaginava que ele fosse me prender tanto. Uma ótima história.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Oi Jess! Tenho muita vontade de ler esse livro, parece ser fofo e cativante. E essa capa é uma arte. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Parece ótimo através de sua resenha

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo