quinta-feira, 14 de junho de 2018

Resenha - A Melodia Feroz





Título:  A Melodia Feroz
Autor:   V. E. Schwab
Editora:  Record
Classificação: 
Páginas: 384
Sinopse: Kate Harker e August Flynn vivem em lados opostos de uma cidade dividida entre Norte e Sul, onde a violência começou a gerar monstros de verdade. Eles são filhos dos líderes desses territórios inimigos, e seus objetivos não poderiam ser mais diferentes. Kate sonha em ser tão cruel e impiedosa quanto o pai, que deixa os monstros livres e vende proteção aos humanos. August também quer ser como seu pai: um homem bondoso que defende os inocentes. O problema é que ele é um dos monstros, capaz de roubar a alma das vítimas com apenas uma nota musical. Quando Kate volta à cidade depois de um longo período, August recebe a missão de ficar de olho nela, disfarçado de um garoto comum. Não vai ser fácil para ele esconder sua verdadeira identidade, ainda mais quando uma revolução entre os monstros está prestes a eclodir, obrigando os dois a se unirem para conseguir sobreviver.


Resenha: Kate Harker e August Flynn são pessoas diferentes na mesma cidade, porem de lados diferentes.
A cidade de Veracidade ou cidade V como é chamada é o puro caos, tudo começou anos atrás quando os crimes, assassinatos, fizeram surgir monstros naquele lugar, para cada pessoa morta, um monstro aparecia e a violência gerou mais violência no que acabou em caos. Há seis anos o lideres Henry Flynn e Callum Harker fizeram uma pequena trégua, dividiram a cidade em lado norte para Callum e sul para Henry e ambos governariam seus lados e com seus meios de destruir os monstros. 
“ Muitos humanos são monstruosos, e muito monstros sabem se fazer de humanos.”

Henry ao sul criou uma força tarefa e seu território é cheio de batalhas a todo momento, as pessoas lutam e o ajudam a destruir os monstros que surgem.
Já Callum ao norte conquistou a terras, fez os monstros virarem seus subordinados e as pessoas vivem em calmaria, mas pelo preço certo, elas precisam pagar para ter proteção de Callum Harker e se não pagarem os monstros dão conta do recado, o lado de Callum é fachada, enquanto os mais ricos fingem viver em lugar pleno o outro lado vive lutando pela paz.
 “ Uma Linha preta cortava a imagem da esquerda para a direita, dividindo a cidade. A Fenda. Não exatamente reta, mas sólida, cortando a Cidade V em duas. Ao norte, o território de Callum Harker. Ao sul, o de Henry Flynn. Uma solução simplista para seis anos turbulentos e brutais de luta, sabotagem, assassinato e monstros.”

Existem três tipos de monstros na cidade, o primeiro são os Corsais, são criaturas que vivem no escuro e são pura escuridão, com dentes e garras, sombras e ossos para devorar quem se aproximar.
Temos por segundo os malchais, cadavéricos, porem vivem na escuridão e  na luz ao contrário dos corsais, eles gostam de tomar o sangue das vitimas e se parece vagamente como humanos. E por último os Sunais, seres raríssimos, iguais ao humanos, Sunais sugam a alma de pessoas pecadoras, que já mataram outras pessoas antes e com uma melodia eles devoram a alma delas.
E é isso que August é, um Sunai, um garoto que surgiu do nada após uma morte cruel, um garoto que no fundo queria ser humano, mas que tem um destino diferente para ele. Ele e seus dois irmãos vivem com Henry, e o ajudam a exterminar o mal.
 “ Somos os atos mais sombrios transformados em luz.’’



Mas quando Henry descobre que a filha e única herdeira de Callum volta para a Cidade V após alguns delitos em outras cidades que passou, ele coloca August em uma missão, vigiar a garota em as nova escola, mas sem levantar suspeitas.
E assim August começa sua missão para vigiar Kate Harker.
Kate Harker está cansada de passar por várias escolas e ser expulsa, a única coisa que ela mais quer é atenção de seu pai e que ele deixe ela morando com ele na cidade V. E por fim ela consegue isso, só que terá que andar na linha e no meio do caos que é sua nova escola, ela encontrará um amigo bem peculiar, um garoto solitário chamado August Flynn.
Só que logo Kate descobre que August é um dos seus maiores inimigos e  no meio disso tudo uma guerra começa e sem poderem recorrer a ninguém August e Kate se juntam para sobreviver aquele caos ou morrer tentando.
 “ Eu li em algum lugar que as pessoas são feitas de poeira das estrelas...”

Em a Melodia Feroz encontrei um livro sagaz, cheio de ação e uma história bem diferente do que já tinha lido.  Não existe um bem ou mal, mas pessoas que lutam para um lugar melhor e outras que lutam para sobreviver dia após dia. E no meio dessa guerra territorial estão nossos personagens principais, filhos dos lideres dos territórios, inimigos pela circunstância, e mesmo assim aliados em um momento desesperador.
Posso dizer que achei a história bem interessante, o motivo da explicação bem criativa e a narrativa diferente do que eu costumo ler em livro de fantasias. Mas por que diferente? Porque na maioria das histórias o garoto é o mais seguro de si, o que sabe lutar e a garota a indefesa, e nessa história Kate se mostrou o contrário, ela é mais forte que August mesmo ele sendo um monstro, por incrível que pareça. Pois a autora criou August do zero, um garoto que viveu a vida toda preso em um apartamento, pois seus pais adotivos tinham medo dele entrar na guerra. E isso fez August ser muito inseguro, indeciso e perdido em alguns momentos. Já Kate tinha vivido passando de lugares a lugares e isso fez dela uma menina forte, durona, e muito esperta. A diferença dos dois é extrema no começo da história, mas logo nos acostumamos e vamos vendo como eles vão se encaixando na trama.


Gostei muito da descrição sobre os monstros, o que eles faziam, quais seus pontos fracos e como isso impactou o mundo que eles vivem.
Minha única ressalva em questão do livro é que o começo da história é bem confuso, até você entender o que está passando leva um tempo e você fica meio perdido nos primeiros acontecimentos, é como se entrássemos em um trem em movimento, pegando partes do que tinha se passado lá atrás. E isso deixou a leitura meio lenta no início para mim.
No geral a história se desenrola muito bem e faz a gente torcer muito pelos personagens principais, pois ela é narrada nos dois pontos de vista. Achei que teria uma dose de romance na história, mas fui enganada, a trama gira em todo o momento na ação dos personagens.
A história passa a lição de que violência gera violência e que essa escuridão fica marcado em nós quando fazemos algo de ruim.
O final deixa um gancho muito legal para o próximo livro, no qual fiquei bem curiosa.
Para finalizar, posso dizer que a Melodia Feroz trás um ótimo roteiro e que tem um futuro bem promissor nas mãos dos personagens criados pela autora.
Recomendo.


19 comentários

  1. Oiii Jess

    Eu tenho esse livro na estante e quero muito conferir ele em breve, todo mundo fala super bem da Schwab e sou curiosa em ler praticamente tudo o que ela até agora escreveu.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jess

    O começo da história é bem confuso mesmo, na época que eu li eu lembro que tinha que ler novamente algumas partes! Hahahaa
    Que bom que curtiu, já eu não curti tanto assim, achei uma história um tanto quando morna. Até perdi a vontade de ler o volume final...

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  3. Jessica, estou doida para ler esse livro!
    Todo mundo fala que a Schwab é maravilhosaaaaaaaaa!
    Fico feliz que seja um livro sagaz, cheio de ação e diferente dentro do próprio gênero.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Jess!

    Meu deuzinho do céu, eu preciso desse livro pra ontem! Já ouvia muitos comentários positivos a respeito dele, mas sua resenha me clareou bem melhor a história e me deixou mega empolgada pra acompanhar a trajetória desses dois

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, Jess!
    Eu amei demais esse livro! A Victoria realmente gosta de fazer mulheres bem decididas e eu amo demais isso na autora. Prepara o core que O Dueto Sombrio é de matar.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  6. Oi, Jess!
    Eu só vejo comentários bons com esse livro e me sinto deixada de lado quando vejo uma resenha dele hahaha Eu ainda não peguei para ler, mas pretendo fazer muito em breve!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  7. Oi Jess,
    Eu gostei bastante desse livro, olha que nem curto muito gênero.
    Mas, também tive problemas com o começo. Augustus é muito fofo.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  8. Oi Jessica!
    Meu primeiro contato com a autora não foi legal. Não me dei bem com sua escrita e quero ler este, porque todos recomendam. Mas confesso que estou com um pé atrás.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
  9. Oi Jess,

    Esse livro está na minha lista de desejados, pois realmente parece ser um livro com uma história muito peculiar. Acho que não li nada parecido.
    Gosto da ideia de passar uma lição. Sobre o começo lento, normalmente eu já me preparo para isso quando leio distopias e fantasias, acho importante situar bem o leitor no mundo criado, elementos e personagens, e pra isso pode ficar mais arrastado mesmo.

    Adorei a resenha!
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oie
    Faz tempo que eu tenho vontade de ler este livro, tem um enredo bem curioso e vejo todo mundo falando super bem dele.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Jess, tudo bem? Eu gosto bastante da autora por causa do livro Um tom mais escuro de magia, que eu amei o universo criado por ela. Esse ainda não vi, mas quero conferir.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  12. Não é meu gênero de ficção preferidos, mas parece ser um bom livro. Se realmente tem um bom engajamento talvez vire filme, e ai quem sabe né?

    https://quaseadultapl.blogspot.com/
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
  13. Oi Jessica, tudo bem?
    A trama parece bem diferente e também criativa.
    Já li bons comentários a cerca do livro, então quero lê-lo assim que possível.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Li esse livro há alguns meses e também gostei muito da história. Fiquei muito satisfeita com a construção dos personagens e a relação dos protagonistas, que como você citou são bem diferentes, mas conseguiram passar por isso e trabalhar juntos. Acho que ficaram alguns questionamentos em aberto, mas espero poder desvendar na sequência.

    Blog | Lendo Outra Vez Xx

    ResponderExcluir
  15. Não é de hoje que ouço falar desse livro! Amo esse estilo. Se eu tiver a chance de ler, com certeza lerei!

    =)

    Suelen Mattos
    ______________
    ROMANTIC GIRL

    ResponderExcluir
  16. Oi Jess! Este é um dos que mais gosto da autora. A história é muito intrigante e se prepara que o segundo acaba com a gente. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  17. Oi, Jessica!
    Eu não conhecia esse livro, mas fiquei com muita vontade de ler! Já vou colocar na lista de próximas leituras.
    Amei a resenha. ^^
    Beijo

    Canastra Literária

    ResponderExcluir
  18. Olá, Jéssica.
    Esse livro foi minha primeira leitura nesse ano e comecei bem. Estou com a continuação aqui, mas não sei quando vou conseguir ler. Não achei o começo confuso, talvez por já ter lido muitas resenhas dele e já estava inteirada da história hehe. E o August é um personagem incrível.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  19. Oi Jess, tudo bem?
    Adorei a dica! Todo mundo fala superbem desse livro e eu já coloquei na wishlist. :D
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo