sexta-feira, 20 de abril de 2018

Resenha - A Estrela da Meia-Noite



Título: A Estrela da Meia-Noite – Jovens de Elite #3
Autor: Marie Lu
Editora: Rocco
Classificação: 
Páginas: 256
Sinopse: Adelina Amouteru sobreviveu à febre do sangue, fez uso de seus dons, formou seu próprio exército, vingou-se de seus traidores e conquistou a vitória. Mas seu reinado triunfante está ameaçado, e o inimigo não vem de fora; a sede de vingança da jovem levou seu lado cruel e sombrio a sair do controle, e ela terá que curar antigas feridas se quiser manter tudo o que conquistou. No desfecho da eletrizante trilogia Jovens de Elite, Marie Lu coloca sua protagonista diante de uma nova ameaça que a levará a revisitar fatos dolorosos do seu passado e a fazer uma aliança arriscada e difícil. Será que Adelina está preparada para se transformar na estrela da meia-noite e, finalmente, conhecer a paz?



Resenha:  Chegando ao fim de mais uma trilogia posso dizer que Marie Lu nos surpreendeu com uma história rica e cheia de reviravoltas.
Adelina Amouteru conseguiu conquistar tudo que queria, mas para isso ela teve que fazer alguns sacrifícios e trair aqueles que ela um dia já amou. Criando seu próprio exército, executando aqueles que vão contra ela, criando medo e ganhando poder, Adelina conseguiu conquistar as  terras de Kennetra. Agora acima de tudo ela só precisa manter seu poder onde está, sem criar mais revoltas dos não marcados.
Para quem não se lembra ou não leu os livros anteriores, tudo começa com uma febre do sangue que exterminou milhares de pessoas anos atrás e com isso algumas crianças sobreviveram com deformidades, mas algumas pessoas com deformidades ganharam dons, poderes concedido dos deuses, cada um com um dom relacionado há um dos deuses que criaram o mundo e assim surgiu os jovens de elite.
 "Ela era a personificação da frieza. Houve uma época em que a escuridão cobriu o mundo, e a escuridão tinha uma rainha."

Com todo sofrimento que Adelina passou por ser uma marcada, e ser julgada pelas outras pessoas, agora que ela alcançou o poder, ela inverteu a situação, todos os não marcados seriam servos dos marcados que teriam uma atenção melhor que nunca tiveram, e com isso gerou várias e várias revoltas contra ela. Alem de ter que controlar seu povo, Adelina agora luta contra seu poder, pois cada vez mais sussurros sombrios, pesadelos terríveis e ilusões sombrias estão aparecendo frequentemente deixando Adelina praticamente louca. Toda sua escuridão está voltando contra ela deixando ela fora de si.
‘’ Algum dia, quando eu não for nada além de poeira e vento, que lendas contarão sobre mim? ‘’



Mas Adelina sabe o que está acontecendo, mesmo querendo negar, no fundo ela sabe a verdade. Pois Rafaelle descobriu que seus poderes são uma maldição assim como o dos outros jovens de elite, e agora os poderes de todos estão causando consequências terríveis para eles próprios, como se os próprios poderes voltassem para eles mesmos. Logo Adelina terá que tomar uma decisão, ou ela se junta aos seus próprios inimigos e embarcam em uma jornada para salvar o mundo da ruptura dos deuses ou ela segue ganhando poder. O que será mais fácil? Deixar o mundo em caos e sucumbir ao mundo das trevas ou buscar redenção?

"Há um desequilíbrio no mundo, o veneno do imortal tocando o mortal."

"Você não pode endurecer seu coração para o futuro só por causa de seu passado. Você não pode ser cruel consigo mesma para justificar a crueldade com os outros. É difícil. E eu sei que você têm tentado."



A Estrela da Meia Noite segue seu rumo após o término do livro anterior e é claro que Adelina está cada vez mais cruel. Aquela personagem que conhecemos no primeiro livro, onde era perdida, insegura não existe mais, seus poderes de escuridão a deixaram totalmente cruel, fria e egoísta. Adelina só pensa em si e em ganhar cada vez mais. Podemos ver  o quanto ela está insana e as vozes em sua cabeça a deixam cada vez mais sombria. Mas também podemos ver uma garota lá no fundo com medo do que vai vir, com medo que seus próprios poderes a destrua de dentro para fora. Na minha primeira e segunda resenha eu disse que não me simpatizei por Adelina pelo fato da autora ter criado uma vilã em vez de heroína, mas aqui posso retirar minhas palavras, pois Marie Lu criou com maestria uma garota frágil que passou por momentos difíceis, que se tornou cruel e sombria, mas que lá no fundo, bem lá no fundo ainda existe um pouquinho de luz nela, um pouquinho de compaixão, e esse pouquinho de compaixão faz que a gente entenda ela e se conforme com suas ações durante a trama.
Adelina foi uma personagem difícil de ser construída e eu achei isso incrível da parte da autora arriscar um personagem assim em uma história, pois me digam quando vilões protagonistas você leem em livros de fantasia? Pouquíssimos e ainda sim não tão bem trabalhados quanto Adelina foi.
Os outros personagens tiveram um crescimento incrível, Rafaelle continua sendo aquele personagem sábio, que aconselha, que luta pelo bem dos outros e isso faz ele ser muito especial na história. Magiano continua alegre como sempre, nesse livro podemos conhecer um pouquinho de seu passado e como ele se tornou quem era, e é claro que ele se tornou um personagem cativante, que mesmo sabendo da história de Adelina, mesmo vendo seu lado sombrio, conseguiu ficar ao lado dela na história, pois ele amava aquela garota lá de dentro e não  a garota sombria por fora. Lucent e Maeve também tiveram um melhor destaque nesse livro, mas nada muito aprofundado e confesso que torci pelas duas desde o começo. Teren se mostrou mais nesse livro também, do que no anterior onde ele estava um pouquinho mais apagado, gostei da forma que o personagem cresceu mesmo não sendo tão explorado quanto o primeiro livro. Enzo é um personagem que aparece também e que posso dizer que fiquei de coração partido da autora não ter explorado tanto dele, ele é um dos meus personagens preferidos, mas que não teve tanto destaque na trilogia ao todo posso dizer, por mais que no primeiro livro achei que ele ia ser  o protagonista junto com Adelina, a autora mudou o rumo da história e isso me deixou um pouco chateada ( pois Enzo já estava se tornando meu Crush literário). E por último Violeta que uau, teve um crescimento imenso do segundo livro para esse, ela cresceu de uma forma incrível, se tornou uma das melhores personagens da trama, desde o início é fácil gostar dela, pois ela é amável e gentil, mas um pouco parada, já nesse livro ela se mostrou totalmente o oposto.
Os personagens secundários ficaram bem trabalhados, mas senti falta de um final melhor para o Sérgio que teve uma início bom no livro e do nada sumiu e não apareceu mais.
A diagramação está incrível, li e em e-book, mas não encontrei erro de revisão.
Os capítulos são intercalados por alguns personagens, mas é claro Adelina tem mais destaque na narração. Gostei dos trechos de cada início do capitulo, pois cada tinha haver com a sequência dos acontecimentos.
No geral posso dizer que Marie Lu arriscou e acertou em cheio uma trilogia de fantasia ambientada com deuses da mitologia, uma história única, diferente daquilo tudo que você já leu e é claro com uma protagonista vilã o que é bem difícil de ser encontrar. Posso finalizar essa resenha dizendo que no geral amei a trilogia, pensei uma coisa no começo e no final mudei totalmente de ideia, e já aviso, não se deixe enganar por Adelina no começo da história por ela se vilã, ela é tão bem trabalhada que vale a pena ler os três livros do início ao fim.
Super recomendo.

20 comentários

  1. Acredita que não conhecia? Mas pela sua resenha, achei bem interessante! Já quero!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  2. Oii Jess

    Dessa trilogia está faltando ler esse mas me dá um medo porque ja sei que a Marie Lu nunca tem dó dos personagens....rsrs. Imgino que esse desfecho esteja sensacional, a trilogia toda é maravilhosa e esse final com certeza estará de acordo. Vamos ver quando consigo ler.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Jéssica,
    Essa é a primeira resenha que vejo dessa trilogia e de cara percebi várias referências com outros livros principalmente a "Divergente". Com certeza, a parte de mitologia nórdica pareceu orginal e o fato de a protagonista ser vilã também. Mas não tenho certeza se leria...
    Ótima resenha ^^
    Bjos
    http://www.kelenvasconcelos.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A série parece muito boa. Fiquei intrigada para ler, apesar de que talvez tenha levado alguns spoilers já que essa é a resenha do terceiro livro kk

    Nanda, Gravado na Memória

    ResponderExcluir
  5. Oi Jéssica,
    Estou dooooida para ler essa trilogia! Eu adoro a escrita da Marie Lu.
    E olha que agora estou mais adepta a fantasia, tomara que essa mitologia me agrade.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi, Jéssica. Não conhecia esse livro e nem essa trilogia. Gosto muito de ler suas resenhas! Elas já me colocam na história rs adorei! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Não gosto muito do gênero, mas essa capa é linda demais!!!

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderExcluir
  8. Oi Jéssica! Sempre leio resenhas positivas dessa série, mas o que mais me chama atenção é a Adelina que parece uma excelente personagem e sempre fico curiosa com ela! Que bom que vc curtiu a leitura!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. É o tipo de livros que seria capaz de ler! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  10. Oi, Jess! Tudo bom?
    Essa trilogia da Marie Lu é minha favorita dela até agora. Eu queria ter escrito esse final, de tão perfeito que é. Quase morri de tanto chorar/surtar - e aquele capítulo final? QUE COISA MAIS POÉTICA E PERFEITA E AAAAAAAAAAA.
    Adelina uma das melhores protagonistas que a literatura já conheceu, deu até uma saudade.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, Jéssica.
    Eu fui com tanta sede ao pote nesse livro, por ter amado a trilogia Legend, que acabei me decepcionando um pouco com a história e nem quis ler os outros livros. Mas agora lendo sua resenha bateu uma vontade de ler os outros. Vamos ver se dou uma mais uma chance a história.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Oi, Jess!

    Infelizmente ainda não consegui ler nem o primeiro volume, mas vontade não é o que falta! Fiquei super feliz em saber que já no terceiro volume a história ainda mantem sua qualidade e a atenção do leitor, parece ser mesmo uma história ótima!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu já tentei ler Jovens de Elite porque a sinopse me agradou muito mas eu sempre que tentava, não conseguia me propor a ler. Ficava com preguiça porque é um gênero que normalmente não leio, então é meio difícil pra mim :/
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir
  14. Uau!! Bem envolvente a história,a personagem é incrível amei bjo

    ResponderExcluir
  15. Oi, Jess

    Eu queria muito ler algo da autora, mas meu probleminha com fantasia ainda não permitiu. Eu acabo me interessando mais por outros estilos de fantasia e vou esquecendo alguns autores. É o caso dela, de quem só lembro quando eu leio alguma resenha! Hahahah
    Mas achei ótimo esse crescimento dos personagens e também fiquei curiosa para ver como foi que os poderes meio.que se voltavam contra eles, sabe?
    Um dia, espero, lerei!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  16. Olá Jéssica, tudo bem?

    Não li nada da autora ainda, mas a trilogia Legend está aqui na minha lista de espera, que bom que essa série te agradou também....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi Jess! Eu amo esta trilogia. Realmente uma protagonista vilã foi algo ousado e deu super certo. Eu vibrei com cada livro e recomendo demais. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  18. Oi, Jess!
    Menina, pulei tua resenha porque eu ainda vou ler essa trilogia e estou muito livre de spoiles hahahaha
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  19. wow a capa é muuuuito linda e a história parece ser bem interessante :D
    Gostei ♡ O Olhar da Marina

    ResponderExcluir
  20. Amei a resenha, ainda não conhecia esse livro!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo