domingo, 26 de março de 2017

Tag: Top 5 - Livros quem me fizeram chorar


Olá a todos,
Hoje resolvi fazer um repost, no qual tinha postado há 2 anos atrás essa tag. Apesar do livros continuarem os mesmos, muitos foram acrescentados na lista de que me fizeram chorar ultimamente.


5° O caçador de Pipas

Sinopse:
Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970. Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas. E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção. Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado.

                         


Maravilhoso, surpreendente e muito emocionante. Chorei do começo ao fim.
O desenrolar da história te toca profundamente,  posso dizer que é  uma das histórias mais emocionantes de amor, culpa, redenção, perdão e amizade. Um livro que com certeza faz você parar para repensar seus conceitos de vida.

Trechos:

 “E esse é o problema das pessoas que são sinceras: acham que todo mundo também é.”

“Antes de se sacrificar por alguém, pense nisso: Será que ele faria a mesma coisa por você?”

“É duro dizer isto, mas é melhor uma verdade que dói do que uma mentira que conforta.”

“Por você, faria isso mil vezes!”


4° A menina que Roubava Livros 




Sinopse: A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler.
 Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade.
 A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público.




Realmente é um livro muito triste e profundo, confesso que chorei muito com algumas cenas no final, é o tipo de livro que faz a gente pensar bastante  sobre o assunto tão dramático que foi a Segunda Guerra  e o nazismo que exterminou tantas vidas, sonhos e esperanças.


Trechos: Uma pessoa triste tentando fazer a outra pessoa triste sorrir. Isso se chama amizade, a verdadeira amizade!


As vezes as pessoas são bonitas. Não pela aparência física. Nem pelo que dizem. Só pelo que são.

Se seus olhos pudessem falar, o que eles diriam ?

As palavras sempre ficam. Lembre-se sempre do poder das palavras. Quem escreve constrói um castelo, e quem lê passa a habitá-lo.



3° O Melhor de Mim

 Sinopse: Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável.
Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.
Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre.



O que dizer desse livro? É lindo, fascinante e muito emocionante! É claro que tinha quer ser do Nicholas para ser tão bom, chorei muito com o final e eu posso dizer que foi um dos livros com o final mais lindo e emocionante que já li.

Trechos:  - Tanta coisa aconteceu, não? Desde a última vez em que nos vimos- disse ela com um fiapo de voz. - A vida aconteceu.”

“ Mas acredite quando digo que nossas lembranças são curiosas. Ás vezes fiéis, mas outras vezes se transformam no que queremos que sejam. “

Mas se fingirmos que nada aconteceu, se deixarmos esta chance passar, não sei se teremos outra.


2° Maybe Someday 

Sinopse: Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela esta na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro mais do que uma maneira.



Já li vários livros voltados para drama, mas esse livro foi perfeito! Foi aquele tipo de livro que te toca por dentro, é como você estivesse vivenciando e sentindo o que o personagem sente. Acho que o mais fascinante da história é que a sinopse não revela nada do conteúdo principal, e olha que foi um choque! Nunca ia passar pela minha cabeça que a história iria tomar o rumo que tomou.
Chorei muito e através das musicas senti os sentimentos da personagem ao escrever elas. Colleen Hoover escreveu um livro maravilhoso! Ela jogou seus sentimentos nele e através da história o leitor os sentiu.

 Trechos: "Hey, Coração. Você esta Ouvindo? Você e eu estamos oficialmente em guerra."

"...Palavras não terminadas, como nossa canção. 
Nada bom pode vir desse caminho.
As linhas estão desenhadas, mas depois desaparecem.
Por ela eu me curvo, por você eu me quebro..."

"Ele está me segurando agora como se eu fosse uma parte dele, uma extensão ferida do seu coração, e ele está percebendo o quanto que essa extensão precisa ser cortada."


1° Métrica


Sinopse: Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor. 


Métrica é um livro que emociona muito e surpreende com um roteiro inesperado e cheio de surpresas! Muitas pessoas colocariam em 1° lugar A Culpa é das Estrelas como o livro que mas emocionou, eu digo que não! Chorei em A Culpa é das Estrelas? Chorei bastante! Mas não tanto quanto o final de Métrica, que foi surpreendentemente emocionante e maravilhoso.

Trechos: Só tenho vontade de dormir o tempo inteiro. Acho que é porque, quando durmo, a dor não é tão grande.

“- Não foi a morte que deu um murro em você, Layken. Foi a vida. A vida acontece. Merda acontece. E acontece muito. Com muita gente.”


“Está vendo só? As pessoas não são capazes de chorar para sempre. No fim das contas, todo mundo pega no sono.” 


Questionem tudo. Seu amor, sua religião, suas paixões. Se não questionarem, nunca vão obter respostas.

E quais livros fizeram vocês chorarem? Me contem.

18 comentários

  1. Olá!
    Aquelas cenas que o Ridge deita na Sydney enquanto ela canta é puro amor <3
    Vi apenas o filme O Melhor de Mim e já chorei horrores.

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Oi Jessica! Eu tento não ler muitos dramas pq detesto chorar, confesso, mas como ainda quero ler algum da Colleen vou encarar Maybe Someday!

    Adorei a lista!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bom?
    Li os três primeiros e também chorei bastante, são histórias fortes. Eu adoro livros com essa temática. Se fosse fazer uma lista com os que me fizeram chorar ia ter que ser top 30 hahaha

    Beijos,
    Paixão Literária

    ResponderExcluir
  4. "A menina que roubava livros", "o melhor de mim" e "talvez um dia" são incríveis mesmo. Não chorei, mas senti o famoso aperto no coração rs.

    Beijos, http://psamoleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Já li O caçador de pipas e A menina que roubava livros e também chorei com eles, são realmente emocionantes.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  6. Oi, Jess! Tudo bom??

    Com a sua lista vejo que temos gostos um pouquinho diferentes hsaush Bom, eu não gostei tanto do Caçador de Pipas como quanto da Cidade do Sol, que são do mesmo autor. Esse último foi uma das melhores leituras da vida! Aposto que você vai se debulhar em lágrimas. A Menina Que Roubava Livros... Nossa, esse tenho que concordar. É maravilhoso! Nem tenho palavras para o quanto mexeu comigo. Bom, não sou chegada a Nicholas Sparks, mas existem certos livros dele que reconheço o quanto são bons, como esse que você escolheu. E não gosto de Colleen Hoover kkk Minha experiência com Métrica foi horrível, não consegui engolir. Enfim, existem casos e casos, né? Mas gostei aqui de ler a sua listinha e compartilhar experiências de leitura. Beijão,

    www.estranhoscomoeu.com

    ResponderExcluir
  7. Olá, tudo bem?
    Com exceção dos dois últimos livros, eu li e também fiquei choroso. Mas sem sombras de dúvidas, "O Caçador de Pipas" foi a que mas mexeu comigo. Muito lindo, triste e reflexivo, né?

    Até mais. https://realidadecaotica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá jessica, tudo bem?
    Amei a tag, adoraria responder também. Apesar de que choro a toa, então a lista seria bem grande... hahaha.
    Também chorei muito em "O melhor de mim", já em "Métrica" eu nem lembro mais.
    Beijos!

    Http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Jéssica!
    O Melhor de Mim acabou comigo.Acabou se tornando o meu preferido do Nicholas em vários sentidos.
    Métrica foi o livro que me fez ficar apaixonado pela Colleen..amo muito!
    Como não se emocionar com O Caçador de Pipas e A Menina Que Roubava Livros?São lindos demais!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Jess, tudo bem?
    Adorei a lista, apesar de não ter lido nenhum.
    No meu top 5 entrariam certamente Como Eu Era Antes de Você e Por Lugares Incríveis!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  11. Adorei esse post hahaha olha, eu sou muito chorona então se fosse fazer essa lista, ela não teria mais fim hahaha mas adorei demais a ideia!
    um beijo lindona,
    akatewillians.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Legal esta tag. Eu li alguns dos livros citados, mas não lembro de ter chorado. Amo livro A menina que roubava livros, já li umas 3 vezes.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi, oi Jéssica!
    Nossa, eu não li nenhum dos livros que você citou eheuheu
    Geralmente choro com histórias envolvendo crianças, como Extraordinário e O menino do pijama listrado... Adorei o post!
    Beijos!
    Borboletas de Papel | fanpage - twitter - instagram

    ResponderExcluir
  14. Oi
    eu não lembro se chorei com a menina que roubava livros, mas fiquei bem balançada com ele e com o melhor de mim.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Li o caçador de pipas e chorei como uma louca, ainda não terminei de ler a menina que roubava livros, pretendo voltar em breve. Adorei o post flor bjs

    Taynara Mello www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
  16. such a cute review !!!

    if you like to follow for follow , just let me know :)

    New post - Sporty 70s OOTD

    Check out my ♥Instagram ,Blog╚ovin and
    Google✚

    Stay Gold

    ResponderExcluir
  17. Mais do que o Caçador de Pipas, do mesmo autor eu chorei mais com Cidade do Sol.
    A Menina Que Roubava Livros eu chorei de morrer, hahaha.
    O Melhor de Mim eu chorava de soluçar no avião e um cara perguntou se eu estava bem, HAHAHA.
    Maybe Someday não li ainda, nem Métrica, apesar de ter aqui em casa.
    A Colleen é muito maravilhosa e SEMPRE mexe comigo!

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com
    www.livrosdateca.com

    ResponderExcluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo