sábado, 23 de maio de 2015

Resenha - A Herdeira


Título A Herdeira - A Seleção #4

Autor: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Classificação: 
Páginas: 288
Sinopse: Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.



Resenha:
Antes de eu começar a falar do livro tenho que dizer que eu amo essa "série" e que no momento em que foi divulgado que a Kiera iria continuar a trilogia eu pensei "meu Deus pra que continuar? O final ficou tão bom!", e ao mesmo tempo fiquei ansiosa, mas agora que eu terminei de ler eu posso dizer que eu esperava mais da história.
Bom o que falar desse livro? Não gostei. Eu li o terceiro livro em um dia! E esse? Mais de uma semana para conseguir finalizar. 
Sabe quando você simplesmente não vai com a cara do personagem principal?  E não tem santo que mude isso? Foi isso que aconteceu comigo e com a Eadlyn.

“O amor servia apenas para destruir nossas defesas, e eu não poderia me dar esse luxo.”
Eadlyn nasceu 7 minutos antes  de seu irmão gêmeo Ahren, e esses 7 minutos foram o suficiente para fazer ela a futura rainha do reino.
A nossa personagem principal é mimada, auto-suficiente e como ela própria diz " ninguém no mundo é mais poderosa do que ela".
Entendemos que uma parte dessa personalidade irritante é pelo peso que ela carrega nas costas por ser a futura rainha e por ter nascido na riqueza, mas metade não justifica o fato dela ser tão arrogante, pois seus irmãos são totalmente diferentes dela e também tiveram o mesmo luxo.
"Eu ainda estava no controle, e um bando de garotos tontos não ia invadir meu mundo."
Mas voltando a história...
Nos dias atuais não existe mais o sistema de Castas, mas mesmo assim ainda vemos as pessoas se rebelarem e estarem revoltadas com o reino de Illéa.
Percebemos que ainda há pobreza, e que em cada canto há cada vez mais pessoas insatisfeitas com algo.
 Nosso rei Maxon esta ser esforçando muito para controlar tudo isso, mas ele precisa urgentemente  manter o povo entretido enquanto ele pensa em alguma solução fixa para acabar com essas revoluções, e é ai que surge a ideia de uma nova seleção.
“— Isso quer dizer que tenho opção?Papai respirou fundo, pensativo, antes de falar:— Bem meu amor, na verdade você terá trinta e cinco opções.” 
Para Maxon e América a seleção é uma ideia perfeita para criar uma distração e fazer com que sua filha se apaixone como eles, mas já para ela é a pior coisa que poderia acontecer!.
Indignada e com muita raiva por tirarem sua liberdade, Eadlyn não quer participar disso tudo, pois para ela não existe nenhum garoto que vá fazer ela se apaixonar e se casar, mas relutante e preocupada com o cansaço do pai acaba aceitando participar da  Seleção para ajudá-lo.
Mas será que algum desses 35 rapazes vai conseguir mexer com o coração duro de nossa personagem?.



Com essa nova seleção, imaginei que conheceríamos os personagens e pretendentes da nossa futura rainha, mas oi? A Kiera resolveu dar destaque em uns 5 só, tudo bem que não da pra detalhar todos no livro mas eu realmente achei que ela exploraria mais os personagens e também senti falta da seleção na história, ficou meio vago, as vezes eu me perguntava o que os personagens faziam tanto no palácio.
Vimos um pouco da América (que pareceu meio diferente para mim) e também um pouco do Maxon, Marlee e Lucy.
Os outros filhos da América e do Maxon são bem agradáveis, principalmente o príncipe Ahren, que é praticamente como pai quando era jovem. 
Já dos selecionados gostei muito do Kile, Henri e Hale (o que é impossível não gostar).


Quando eu estava na metade do livro eu disse para mim que a autora teria que escrever um final muito surpreendente para me conquistar de volta e por incrível que pareça ela escreveu!.
Se você está se perguntando se eu vou ler o próximo livro? Sim vou  ler, porque fiquei muito curiosa com o final, mas posso dizer que foi o que eu menos gostei entre os quatro livros da série, e se você passou raiva com a América nos outros livros prepare se para querer matar a Eadlyn.
Por mais que eu não tenha me encantado com a história eu recomendo o livro mesmo assim, pois têm seus momentos ruins como os bons.
" Sou Eadlyn Schreave. Nenhuma pessoa é tão poderosa quanto eu."

6 comentários

  1. Eu achei que não precisava de uma continuação, mas pretendo ler esse. Que pena que não te agradou tanto quanto os outros, espero que comigo seja diferente hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, realmente espero que a leitura seja boa para você, depois me diga se você gostou!
      Bjs

      Excluir
  2. Olá!
    Tenho curiosidade de ler essa série, mas ainda não comecei. Tenho que admitir que odiei a descrição que você fez da protagonista, tenho pavor de personagens assim. :( Mas gostei da sua resenha, mesmo que eu também não tenha ido com a cara da protagonista hahaha!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, rsrs é meio difícil de gostar dela, mas a autora tem uma escrita boa e eu espero que a sequencia seja melhor.
      Bjs e até mais!

      Excluir
  3. Oi =D

    Olha, confesso que preferia que este livro não existisse. A impressão que tenho é que, como a autora viu que fez sucesso, quer ganhar mais escrevendo mais do mesmo. E sinceramente, pelos comentários que vejo, assim como a sua resenha, só desanimo mais e mais para ler. Sei que vou passar muita raiva XD HAHAHAH

    P.S.: Você também é de Sorocaba? *-*

    Beijos,
    Livy
    nomundodoslivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, eu também tenho essa impressão :/ já que ela disse que seria uma trilogia e depois que fez muito sucesso ela resolveu escrever mais :/
      você vai passar um pouquinho de raiva sim, mas vale a pena ler rsrs.
      Bjs

      P.S.: sou sim *-*

      Excluir

Desenvolvido por: Adorável Design Editado por: RM Design

imagem-logo